Sem Emenda

Contacto

quarta-feira, agosto 25, 2004

Férias

Farei uma ligeira pausa. Se tudo correr bem para mim, volto na segunda semana de Setembro.
Se tudo correr bem para os meus leitores, nunca mais cá ponho os pés.

Benfica cumpre

O Benfica foi até à 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões e cumpriu. Agora, decerto que irá cumprir na Taça UEFA. E no campeonato. Ah, e na Taça de Portugal!

Ironia

Acho de uma ironia inconcebível O Grito ter sido roubado e ninguém ter ouvido nada...

segunda-feira, agosto 23, 2004

Celebração

A medalha de prata do nigeriano Obikwelu foi celebrada aqui em casa com três taças de gelado, uma grossa fatia de bolo de chocolate e doces avulsos.
Pratico Karaté, Yoga e musculação, mas não abdico de pequenos prazeres.
Antes de ser atleta, sou humano.

Avantesmas

Poucas semanas antes dos Jogos começarem, Atenas decidiu que tinha de tornar as suas ruas mais limpas e tratou de exterminar milhares de canídeos e gatos vadios. Tudo em nome do higiénico conceito das Olimpíadas.
Claro que, hoje em dia, as Olimpíadas são mais um sinistro cortejo de avantesmas artificialmente concebidas, forjadas por doses cavalares de drogas do que propriamente um evento com espírito saudável. Estes mutantes, que pretendem simbolizar um mundo perfeito, não concebem viver com o erro, tolerar defeitos, aceitar a derrota. Não compreendem o que é ser-se humano, viver com as infindáveis idiossincrasias que nos diferenciam uns dos outros e que nos tornam únicos.
Os Jogos andam aí. Quem quiser, que ature as avantesmas. Eu prefiro ir passear os meus cães à rua (pelo menos, até alguém se lembrar de organizar os Jogos aqui em Lisboa...).

P.S. Atenas estava na minha lista de destinos antes de morrer. Depois disto, o Parténon terá de ficar para outra encarnação.

Idiotices

A época balnear acaba da pior forma: Soares filho a lamber o traseiro a Alegre e Sócrates a lamber o traseiro a Guterres (onde quer que ele esteja).
No meio do lodo, restam-nos as crises existenciais do Big Brotheiresco Zé Maria. Haja fé!

Romão

Não me choca que José Romão seja um treinador incompetente, principal responsável pelo grupelho infame que foi para Atenas fazer as belíssimas figuras do mais elevado nível de desportivismo que todo o mundo viu.
Já me choca, porém, que o seleccionador seja incapaz de articular oralmente uma palavra em Português.

Novas entradas

Regresso do Portugal profundo e noto, escandalizado, que este tugúrio foi visitado por uma série de desconhecidos.
Obrigado a todos. Os links já estão aí ao lado.

sexta-feira, agosto 13, 2004

Lavagem cerebral

Desconheço se alguém já se deu ao trabalho de contabilizar quantas vezes os jornalistas da SIC juntam à palavra «Najaf» a expressão «Cidade Santa» no mesmo enunciado.
Mas mais interessante ainda era verificar se alguma vez os jornalistas da SIC juntaram a «Najaf» expressões como «fundamentalistas islâmicos», «terroristas sanguinários» ou simplesmente «decapitadores».
Infelizmente, Michael Moore não é doença exclusiva dos EUA...

A clonagem e os fundamentalistas

A clonagem anda à solta e os fundamentalistas também. Dizem eles que a questão da clonagem só pode ser analisada do ponto de vista filosófico. E, do ponto de vista filosófico (isto é, o avanço da Ciência na senda de um mundo melhor), a clonagem não presta.
Os tiques dos fundamentalistas não são novos. É lembrar o tratamento VIP dado a Giordano Bruno ou a Galileu pela Inquisição ou os mimos providenciados a Lavoisier pelos revolucionários franceses. “A República não precisa de cientistas!”, gritavam os bárbaros. Expressão belíssima e, de resto, extremamente sintomática.
Os fundamentalistas não concebem a clonagem, como não concebem qualquer avanço da Ciência. Para os fundamentalistas, a clonagem não é a necessidade natural que o Homem tem de dispor de mais meios para tornar a vida mais facilitada (transplantes de órgãos, por exemplo).
A questão da clonagem, ao contrário do que os mentecaptos e fundamentalistas pensam, não pode ser vista meramente como uma questão filosófica (em termos grosseiros, a busca de um mundo melhor). A clonagem deve ser vista como uma necessidade real para problemas reais que o Homem tem.
Concordo que a selecção artificial que alguns lunáticos pretendem efectuar com os prodígios da clonagem, riscando do mapa os deficientes físicos ou mentais, é um projecto aberrante e lamentável.
Mas passar daí para a postura que censura incondicionalmente a clonagem, mesmo para fins terapêuticos, é ser-se tão utópico como aqueles que concebem a clonagem para forjar seres perfeitos. Tão utópico e tão fundamentalista.

Iraque-4 Udai-0

A avaliar pelo jogo de ontem, eu diria que a morte do senhor Udai, que as boas consciências tanto lamentaram, já está a colher os seus frutos.

P.S. Já agora, alguém me sabe dizer quanto é que o acéfalo do José Romão está a custar ao erário público?

quarta-feira, agosto 11, 2004

Fotos Horríveis

No comments

Santana como Primeiro-Ministro, cassetes roubadas e José Castelo Branco nas primeiras páginas dos jornais.
É a silly season em força.

terça-feira, agosto 10, 2004

De volta...

Ar infecto, calçadas sujas, gente mal-encarada.
Exacto, regressei a Lisboa.

Silly farm

Aparentemente, alguém lembrou-se de realizar uma espécie de Quinta dos Famosos, com personagens como Zézé Camarinha e José Castelo Branco. A ideia é boa, mas não tão boa como a que eu tive há uns anos atrás, quando propus a organização de um Survivor VIP no Trancão, com as nossas celebridades.
Enfim, não se pode ter tudo...

Rurais

Não concebo que ainda haja desgraçados que não tenham ouvido esta rapaziada.
Rápido, que ainda estão a tempo!

sexta-feira, agosto 06, 2004

Sócrates

José Sócrates é intrinsecamente um tipo porreiraço. Sorridente, bem-disposto. Recusa insultos, verbera polémicas. Não se indigna. Abomina confrontos.
É facil imaginar Sócrates em criança, na hora do recreio, a apanhar dos colegas e a dizer: “Calma, isto não nos leva a lado nenhum”
Não quer reagir. Não quer incomodar ninguém.
Soares e Alegre vão comê-lo vivo.

Para quem ainda não reparou...

Não me agradam consensos, sou genuinamente contra o espírito do rebanho e defendo a independência intelectual.
Se as susceptibilidades alheias são feridas, azar.

A sério

Lamento profundamente pelos homens que passaram a gostar da Madonna, apenas por influência das respectivas esposas.
Pobres eunucos.

quinta-feira, agosto 05, 2004

SIC

O prédio cai. Uma vez. Duas vezes. Dez vezes. Depois, em câmara lenta. Agora, com direito a banda sonora, com guinchos de horror por parte das moradoras. Isto tudo, à hora de jantar.
Parabéns, SIC.

terça-feira, agosto 03, 2004

O Gato já fedia

Consta que o programa televisivo Gato Fedorento terminou. É pena. Aquele sketch com um tipo alto, raquítico, com dentes podres a queixar-se não se sabe bem do quê, fazia-me rir.
Aliás, era a única coisa que o programa tinha de razoável.
Tudo o resto, porém, era puro amadorismo larvar, típico de um bandozinho de adolescentes que se apanha pela primeira vez com uma câmara de filmar nas mãos.
Enfim, contou a intenção...

Aveiro

Porque não sou maometano, achei que era uma estupidez privar o blog de imagens.
Por isso, aqui fica uma fotografia de Aveiro, cidade que admiro pela incomensurável beleza, doce simplicidade e invulgar civismo.
Será o meu retiro durante esta semana.






segunda-feira, agosto 02, 2004

Coerências

Sabe bem ser politicamente incoerente. Nem que seja para me divertir com as incoerências políticas dos outros que se dizem coerentes.

Mau negócio

151 Euros para comprar um bilhete para ver a Madonna? Por mais 5 Euros, dá para comprar a Madonna.
(desculpa, Groucho, não resisti).