Sem Emenda

Contacto

terça-feira, dezembro 28, 2004

F*** christmas, I got the blues!

Nesta altura do ano: não suporto o corrupio consumista que invade a urbe e a errónea significação que atribuem ao dia 25 de Dezembro, et caetera. No entanto... pior do que as questões anteriores é o ruído que vai passando nas estações de metropolitano. Para além de ser obrigado a levar com o natal, mesmo sem o querer, só faltava mesmo apanhar com a versão pan pipe do filme titanic. É um sofrimento insuportável. Uma leviandade atroz. É indizível, a raiva que me proporciona, aquando de cada ruído que me toma de assalto o aparelho auditivo, sem permissão.

Juramento

Juro que ontem vi uma cáfila à porta da Secretaria de Estado da Cultura reclamando uma subvençãozita…

quinta-feira, dezembro 23, 2004

Singelo pedido

Ao contrário da Miss Mundo e do vocalista dos U2, não irei pedir para o Natal paz mundial nem saúde generalizada.
Limito-me apenas ao seguinte pedido: por favor, extreminem a publicidade televisiva do Sapo ADSL. De uma vez por todas.

Pergunta pertinente

Alguém concebe a blogosfera portuguesa sem o Contra a Corrente? Não, pois não?
Vá, Carlos, bom Natal e regresso obrigatório em 2005.

terça-feira, dezembro 21, 2004

Nada se perde, nada se ganha, nada se transforma

Portugal deve ser o único país no mundo onde a notícia de que o primeiro-ministro se demitiu pode ser dita todos os dias sem correr o risco de perder a actualidade.

Seguir em frente, s.f.f.

Depois de receber o prémio do estimado Macguffin, decidi passar uns dias sem escrever nada no blog. Não tanto pela preguiça, perfeitamente justificável depois desta pequena vitória, mas mais para provar aos leitores que aqui não há nada digno de ser lido.

sexta-feira, dezembro 17, 2004

Os financiamentos culturais e a puta que os pariu

Diogo Mainardi, que fala português mas que, obviamente, não é português, discorda por completo que o Estado financie a cultura. Se me permitem, eu concordo em absoluto com Mainardi nesta matéria. E isto porque, se um sevandija decrépito pretende realizar um excremento cinematográfico como, por exemplo, A Comédia de Deus – cujo enredo recuso-me terminantemente a comentar neste espaço respeitável – o problema é somente do sevandija decrépito e, em última análise, dos dois ou três microcéfalos pseudo-intelectuais que se deslocam veneradamente às salas para assistir à indigência artística.
A «Cultura» deve ser feita com investimentos privados e nunca, ao contrário do que uns débeis mentais pensam, com subsídios públicos (dinheiro retirado directamente dos bolsos dos contribuintes, independentemente destes se mostrarem ou não interessados na «Arte» dos sevandijas em questão).

quinta-feira, dezembro 16, 2004

Tinha de ser

Ao que nós chegámos... o programa Quadratura do Círculo, que primava pela civilidade e consenso politicamente correcto (passo a redundância), começou a descambar: Pacheco Pereira chama José Sócrates de «holograma»; José Magalhães, por seu lado, recomenda a Pacheco Pereira um psicanalista; no meio do caos, o canito de estimação de Pacheco Pereira, António Lobo Xavier, já não se mostra tão consensual e lança críticas ao PSD.
É um sinal dos tempos. Por conta do estado político actual, acabaram-se os mimos, as pancadinhas fraternas nas costas, os sorrisinhos de circunstância. Até Fevereiro será assim e cada vez pior. E, para dizer a verdade, ainda bem.

Nem tudo é mau

Parece não haver dúvidas sobre a total falta de carácter e de responsabilidade de Santana Lopes. Em 4 meses, a criatura mostrou exactamente aquilo que não se deve e não se pode fazer em política.
Mas temos todos de lhe reconhecer um mérito: o de ter mostrado ao País a verdadeira anedota humana que é Jorge Sampaio.

Intróito

Num acesso de demência, o João convidou-me para escrever no blog dele. Que fique claro então: este blog é do João. Só a ele pertence e só a ele podem ser imputadas responsabilidades por algo que eu aqui escreva.
Depreendi do convite endereçado pelo demente que uma das razões (a única?!) será a minha ‘má-língua’.
Desconheço com quem é que o João falou mas posso aqui asseverar que tal não corresponde minimamente à verdade. O facto de, em tempos passados, não me ter coibido de apodar o Dr. Francisco Louçã como "palhaço" não faz de mim alguém com parcos conhecimentos de higiene dentária. Quanto muito serei mal-educado.
Bem-vindos. O declínio deste blog começa dentro de momentos

Just as I feared...

Estes dois terroristas aceitaram o convite de escrever nesta espelunca.
Agora seja o que Deus quiser...

quarta-feira, dezembro 15, 2004

Mudanças

O Uivo do Lobo passou-se para aqui.
Parece-me bem, desde que o humor se mantenha.

O método "Dr. Unheimlich" não engana...

Doctor Unheimlich has diagnosed
Cavaco Silvaosis
Cause:allergy to sausages
Symptoms:80s haircut, vague loss of dress sense, coughing up blood, forgetting what day it is
Cure:don't do it again
Enter your name, for your own diagnosis:


Doctor Unheimlich has diagnosed
António Guterres' Disease
Cause:unknown
Symptoms:excessive warts, vague abdominal pain, blotchy skin
Cure:wake up and realise it was all just a dream
Enter your name, for your own diagnosis:


Doctor Unheimlich has diagnosed
Santana Lopes' Disease
Cause:influence of the Devil
Symptoms:frequent confusion, tallness, turning to stone
Cure:paint a black cross on your front door and wait
Enter your name, for your own diagnosis:


Doctor Unheimlich has diagnosed
Jorge Sampaiorosis
Cause:spread by rats
Symptoms:watery eyes, food cravings, appetite changes, leg swelling
Cure:infect someone else
Enter your name, for your own diagnosis:


Doctor Unheimlich has diagnosed
Alberto João Jardimosis
Cause:genetic mutation
Symptoms:sarcasm, extremely high blood-alcohol level, sneezing
Cure:drink three pints of beer every day before meals
Enter your name, for your own diagnosis:

terça-feira, dezembro 14, 2004

O sismo

Segundo notícias recentes, um forte abalo sísmico fez-se sentir para os lados de Belém. A origem? Das duas uma: ou foi a demissão de Santana ou o infame 4-1 do Benfica.

domingo, dezembro 12, 2004

Corsage

Com meio País a masturbar-se ao som dos inomináveis Da Weasel, é bom saber que existem estes senhores. Porque tocam bem, porque cantam em inglês e, em abono da verdade, porque o guitarrista é meu primo e solucionou-me definitivamente (?) o problema da Internet cá de casa.
Bem-hajas, Gonçalo!

sábado, dezembro 11, 2004

Síndrome «Richard Kimble»

E pronto. Termina assim uma das maiores comédias a que o Pais teve acesso nos últimos trinta anos. Foram 4 meses de gaffes imberbes, incontinência verbal, corrupção descontrolada, inépcia em doses cavalares, do mais absoluto caos. Isto tudo e a deliciosa confirmação de termos como Presidente da República um indivíduo com a estrutura cerebral de um talófito e a coragem típica de um caniche entre uma matilha de pitbulls.
Santana, como Barroso, como Guterres, como Cavaco, como tantas outras cobardolas criaturas, fugiu e deixou ao País uma herança cataclísmica.
O próximo Richard Kimble será, naturalmente, Sócrates.

Ganhos & Perdas II

O único biltre livre e independente que conheci na imprensa indígena mudou-se para Terras de Sua Majestade e fundou o Misantropias. Entretanto, este senhor fechou a loja.
Já soltei as seis feras, senhor Vertigem

terça-feira, dezembro 07, 2004

Breve observação

Graças ao famoso vírus que delicadamente me enviaram para o e-mail, ando desprovido de Internet caseira há mais de duas semanas.
Por isso, os “trabalhos” – usando uma típica e anedótica expressão da vida parlamentar portuguesa - seguem dentro de momentos (ou na próxima 5ª feira...)