Sem Emenda

Contacto

segunda-feira, janeiro 31, 2005

Puro vandalismo

Não se faz: alguém lembrou-se de ornamentar o busto do Engenheiro Sócrates com um nariz de palhaço num cartaz aqui perto de casa. O crime propriamente dito foi quando alguém se lembrou de retirar o dito nariz. Não se faz...

quinta-feira, janeiro 27, 2005

Fairy-play

Não vi e gostei do jogo de ontem. O Benfica parece viver uma existência de esquizofrenia crónica, oscilando entre vitória e derrota, semana sim, semana não. Tudo bem, desde que ponha o Sporting na ordem.
Só não apreciei a atitude de João Pereira, que levou à expulsão de Hugo Viana. Pessoalmente enoja-me ver um profissional de futebol reagir daquela forma. João Pereira, depois de ter sofrido falta, seguida de uma agressão a soco por Hugo Viana, lançou-se ao chão, agarrado à cabeça, no meio de guinchos e choradeira generalizada. Ora, aquilo que qualquer homem faria numa circunstância daquelas era agarrar o pulsozinho decrépito do sifilítico Hugo Viana, torcê-lo até se ouvir uma rasgadela, seguidamente dar uma cabeçada numa das têmporas do menino e provavelmente executar um soco ascendente na zona do baixo-ventre. Mas João Pereira, não. Para ele, futebol é coisa de meninas, soberana oportunidade para se queixar das perninhas e chorar baba e ranho.
Oxalá a Liga o castigue severamente e que Trappatoni não o ponha a jogar nos próximos jogos.
Haja paciência!

Momento Zen

Por alguns momentos fiquei sem o template. Quando este retornou, já os links tinham fugido para paradeiro desconhecido.
Agora, só amanhã é que volto a actualizar esta treta toda.

Conselho de amigo

Dedicado a todos aqueles que gostam de comer doces: "Se é gostoso, faz logo! Amanhã pode ser ilegal"
Millôr Fernandes

terça-feira, janeiro 25, 2005

O princípio do fim

Decididamente, a demência reina em Bruxelas. Já não bastava a perseguição ao tabaco (hábito que abomino mas que tolero – ou não fossem os meus maiores amigos fumadores inveterados), o combate aos carros clássicos (segundo a mesma arenga ambientalista de sempre, as velhas máquinas prejudicam seriamente a atmosfera) e a proibição das gomas (segundo maltinha iluminada, as gomas fazem mal ao estômago), agora os nazis do Parlamento Europeu querem banir as vitaminas e suplementos energéticos.
Não há dúvida: o estalinismo burocrático de Bruxelas está para durar. E se não o combatermos a tempo, será o nosso fim.

quarta-feira, janeiro 19, 2005

A nossa canalha vista pelos brasileiros

«Fado tropical
As eleições de 20 de fevereiro em Portugal trazem um quadro para lá de curioso. O candidato do PSD (centro-direita) é Pedro Santana Lopes, atual primeiro-ministro boêmio declarado, três casamentos desfeitos, 5 filhos, jovem, extrovertido e elegante, é um orador brilhante, apoiado pela classe artística e odiada pelos banqueiros. Seu imposto de renda é surpreendente: só dívidas e nenhum bem imóvel ou carro para declarar. Já o líder do Partido Socialista é José Sócrates, também jovem e separado, já faz mais o tipo introspectivo e desconfiado. Rico, mora num dos bons edifícios de Lisboa, tem uma Mercedes último tipo e mantém uma amizade íntima prá lá de estável e coloridíssima com o jovem e belo ator Diogo Infante, um ídolo da TV local.»

Publicado aqui
e também aqui.

terça-feira, janeiro 18, 2005

Feito em cacos

Honestamente, a derradeira birrinha do nosso Jorginho em Macau partiu-me o coração. Mas mesmo assim, nada me destroçou mais do que a tragédia que ocorreu na Figueira da Foz.

sábado, janeiro 15, 2005

A perfect world

Perfeito seria este mundo se pudéssemos pôr o despertador para as 7, acordar às 8, espreguiçarmo-nos às 9, e levantarmo-nos às 14...

It's the end of the nerd as we know it

Sócrates estava a ir tão bem... enquanto o mundinho abjecto de Santana e Portas se desmoronava, o nosso clone de engenheiro passava despercebido, dividido entre um silêncio monástico e um jogging duvidoso, passando completamente despercebido no meio do caos. A táctica perfeita. Para durar até Fevereiro? Era o que eu pensava. Era o que qualquer criaturinha com dois neurónios e meio pensaria fazer se estivesse no lugar de Sócrates.
Porém, Sócrates decidiu ser original e cometeu o erro fatal: começou a falar, revelando ao País a perfeita nulidade política que é.
Depois disto conclui-se que Sócrates não ganha com maioria absoluta. Isto, claro, se ganhar...

Eu tinha dito, não tinha?

Classe Média volta à blogosfera - donde, aliás, nunca havia saído.
Welcome back, O Silva!

quinta-feira, janeiro 13, 2005

Melhores álbuns do (meu) ano

Ballistic Brothers - Ballistic Brothers Vs. the Eccentric Afro's, Vol. 2 (1997)
Cafe Del Mar - Chillhouse Mix 2 (2001)
Cookin' Records - Soul Addiction (2001)
Cookin' Records - Soulfood (1999)
De-Pazz - Death by Chocolate (2001)
LTJ Bukem - Earth Vol. 6 (2002)
Marcus Miller - Tales (1995)
MeShell NdegeOcello - Peace Beyond Passion (1997)
Readymade - Opack (1997)
Readymade - Dynamo (1998)
The Rurals - Headsongs (2000)
St. Germain - Tourist (2000)
Toko - Soul in Your Spacesuit (1999)

Classe volta?

Hum... mexidas recentes no template... o regresso estará para breve?

A Divina Comédia

domingo, janeiro 09, 2005

E só eu sei por que fico em casa

Hoje de manhã deparo-me com reacções de regozijo de sportinguistas variados e não compreendo. Devemos ter visto jogos diferentes, de certeza. Eu vi o jogo e posso jurar que o Benfica ganhou por 6-3. Deu ontem. Na RTP Memória.

sábado, janeiro 08, 2005

Good news, bad news

Boa notícia: o MacGuffin não resistiu às saudades e tratou de regressar à blogosfera. A má notícia é que o seu Sporting vai levar dois secos do meu Benfica.

quinta-feira, janeiro 06, 2005

Irmandade do Canil

Isto já tinha acontecido antes: os canitos cá de casa apanharam um número antigo do Expresso a jeito e destruiram-no à dentada. Só sobrou a fotografia do Manuel Alegre.
Os cachorros devem ter reparado nele e pensado: «Cão como nós. Deixá-lo estar.»

Com Pôncios assim...

A última novela da responsabilidade do ex-comentador desportivo Pôncio Monteiro mostrou exactamente que o PSD não precisa de oposição para ser destruído nas próximas eleições. Mais: Sócrates só não ganhará com maioria absoluta se entretanto alguém se lembrar de falar do seu romance com Diogo Infante.

A não ser um duche de água fria na cabecinha...

quarta-feira, janeiro 05, 2005

Ao que nós chegámos

terça-feira, janeiro 04, 2005

Catástrofe

Há precisamente 12 dias que o MacGuffin não escreve.

sábado, janeiro 01, 2005

Morrem os melhores, ficam os piores

Recebo um mail inacreditável:

Na SIC Notícias deu uma reportagem onde entrevistaram portugueses que partiram depois da tragédia para a Tailândia, mantendo as férias marcadas como antes de tudo acontecer.
Dulce Ferreira respondeu que já tinha as férias marcadas, que não tinha ficado nada preocupada com o que tinha acontecido, porque os pais, que lá estavam, tinham enviado uma mensagem a dizer que tinha havido "uns tsunamis e umas coisas", mas que estavam bem.
Quando a jornalista lhe pergunta se estava triste com toda a situação, Dulce Ferreira respondeu: "Sim, claro, agora já não vou ter todas as condições de férias que iria ter se por acaso não tivesse acontecido nada disto.
Por outro lado, estou contente, porque vejo as coisas mais ao natural, como elas são."